Página Inicial Bloguinho Insetos do bem
  


Insetos do bem Insetos do bem

Quando vamos ao campo, a uma horta ou a um pomar, facilmente encontramos insetos nas suas mais variadas formas e cores. Esse encontro muitas vezes causa sentimentos opostos, como admiração ou repulsa, dependendo de como enxergamos esses pequenos organismos.  Daí vem a pergunta: realmente conhecemos os insetos que estão ao nosso redor?

Essa pergunta se estende a todos nós. Muitas pessoas pensam que insetos sempre são prejudiciais, como as pragas agrícolas e aqueles que transmitem doenças ou estragam produtos armazenados. Alguns até chegam a querer exterminá-los totalmente, uma ideia erroneamente difundida por empresas ligadas aos fabricantes de inseticidas que, de certa forma, às vezes nos fazem pensar que os insetos são indesejáveis.

Na natureza, somos todos necessários. Todos os organismos têm funções e relações ecológicas interdependentes.

Precisamos exercitar nossos sentidos a reconhecer e caracterizar tudo o que nos cerca através da observação. Isso é ainda mais importante em relação aos componentes da natureza, como, por exemplo, os insetos. Conhecer a natureza é o primeiro passo a ser dado rumo à conservação ambiental.

 

Existem insetos que são especialistas em resolver muitos problemas do homem e que, muitas vezes, não são facilmente vistos no campo ou passam despercebidos aos olhos menos atentos. A produção de várias frutas tropicais, por exemplo, ficaria difícil sem a atuação dos insetos polinizadores, como abelhas, mariposas e borboletas. Alguns insetos funcionam como inimigos naturais de pragas, isto é, são predadores (como, por exemplo, joaninhas, tesourinhas e bicho-lixeiro) ou parasitoides (vespinhas que “parasitam” ovos, larvas, pupas e até adultos de outros insetos e aranhas, matando-os) de insetos prejudiciais para a agricultura. Esses insetos são alvo de muitas pesquisas realizadas na Embrapa, pelo seu papel benéfico ao homem e à natureza. Muitas destas pesquisas buscam conhecer melhor as espécies e manejar de forma favorável o ambiente agrícola visando a sua conservação e multiplicação.

Esses insetos só nos trazem benefícios, como produtos de qualidade, sem agrotóxicos, vindos de um ambiente de produção mais ecologicamente equilibrado.  Afinal, não há nada como um bom amigo!

 

Carolina Rodrigues de Araujo, pesquisadora da Unidade Meio-Norte

 

Diversas unidades da Embrapa desenvolvem trabalhos na área de Controle Biológico de Pragas. Nesta linha de pesquisa, a Embrapa Meio-Norte realiza estudos biológicos e ecológicos de inimigos naturais e de seus hospedeiros/presas, além de formas de conservação de inimigos naturais de pragas em áreas agrícolas. Outros insetos de interesse econômico e ecológico também são alvo de pesquisas em nossa Unidade, como é o caso os insetos polinizadores abordados em trabalhos na área de Apicultura.

 

 




Agora responda à pergunta:
Quais são as vantagens da presença de 'insetos amigos' no campo?


Onde pesquisar:

Você também pode ampliar seus conhecimentos acessando os vídeos:

Parasitoides em ação, aranhas sob comando.

Insetos ( O mundo secreto dos jardins)

 


 


 




 Pesquisa Google



 

Nome:


Digite sua resposta no campo abaixo:








Postado por Embrapa Meio-Norte em 08/10/2012 14:38





COMENTÁRIOS:


Por cida muniz em 12/11/2015 18:28

Porque não incluem essas e outras curiosidades na A GRANJA KIDS?
Cida Muniz
Gerente comercial editora Centaurus
revista A GRANJA e A GRANJA KIDS
11 99478 6133
cida@agranja.com


Por carolino em 13/04/2013 14:34

várias


Por pedro em 31/03/2013 18:38

rhrhr


Por bianca em 12/03/2013 08:35

MUITOS FASEM BEM PARA AJENTE


Por Helen Diman em 25/11/2012 21:02

Ops existem insetos que ajudam e existem insetos que nao ajudam,porém os que ajudam são do bem e os que nao ajudam são do mal


Por Helen Diman em 25/11/2012 21:00

Existem animais que ajudam e que nao ajudam porém os que ajudam são do bem e os que nao ajudam são do mal


Por nathalia gaelle chagas azevedo /moacyr camargo 4 b em 12/11/2012 14:13

esiste insetos do bem euns nao sao do bem
Por Embrapa Meio-Norte em 20/11/2012 16:20

Nathália, obrigada por acessar nosso blog e por participar dele através de seu comentário.
O conceito "inseto do bem ou que não é do bem" geralmente é relacionado a como o homem (isto é, a raça humana) encara esses organismos. Mas devemos ter em mente que isso é relativo, pois cada ser tem sua função na natureza, como explicado no texto.
Quanto mais equilibrado é o ambiente, menos problemas ele terá com pragas, doenças, falta de recursos naturais e impactos. Muitos surtos de pragas (tanto agrícolas quanto aqueles insetos que transmitem doenças) são causados, direta ou indiretamente, pelo homem (principalmente através do desmatamento e do uso indiscriminado de inseticidas).
Isso ocorre muitas vezes por falta de conhecimento desses insetos, principalmente em relação a seus hábitos e importância ecológica.

Um grande abraço!

Carolina de Araújo - Pesquisadora


Por Mateus André Geraldo/ Moacyr Camarco Martins/ 4º B em 26/10/2012 21:30

Eles funcionam como inimigos naturais de pragas.
Por Embrapa Meio-Norte em 31/10/2012 10:45

É isso mesmo Mateus e Moacyr! Eles são muito importantes por controlar insetos-praga. O problema é que muitas pessoas não conseguem reconhecer esses insetos no campo (alguns até pensam que eles também são pragas) ou não sabem como eles atuam nesse controle. A Embrapa divulga suas informações de pesquisa nessa área para que o produtor tenha consciência que deve preservar esses insetos em suas lavouras, visando minimizar danos econômicos e ambientais.

Continue acessando nosso blog para conhecer mais sobre outros organismos benéficos associados à agricultura.

Grande abraço da pesquisadora Carolina Araújo


Por Rodrigo Costa Guimarães em 16/10/2012 21:18

que não deixam os insetos comer as plantas
Por Embrapa Meio-Norte em 17/10/2012 16:44

Rodrigo e Cleyton, as respostas de vocês são ótimas! E acima de tudo, complementares. Os “insetos amigos”, conhecidos como inimigos naturais, controlam naturalmente as pragas no campo, não permitindo que elas causem danos significativos à produção (como o Rodrigo disse: comendo as plantas - por exemplo) e, assim, evitando ou reduzindo o uso de inseticidas. Com isso, ajudam a preservar o meio ambiente (comentário do Cleyton), pois o uso desses produtos para controle de pragas muitas vezes polui solos, ar, água, gera alimentos com resíduos tóxicos e causa intoxicação em quem trabalha no campo. A agricultura de base ecológica valoriza a ação desses nossos amigos para reduzir esses problemas com inseticidas e gerar produtos mais saudáveis.

Grande abraço,

Carolina Araújo - Pesquisadora


Por cleyton em 16/10/2012 10:08

ajudam a preservar o meio ambiente
Voltar para página anterior