Página Inicial Bloguinho Restauração ecológica é tema de concurso
  


Restauração ecológica é tema de concurso Restauração ecológica é tema de concurso

Professores de escolas rurais do entorno do Centro de Transferência de Tecnologias de Raças Zebuínas com Aptidão Leiteira (CTZL), da Embrapa Cerrados (Planaltina - DF), localizado no Gama-DF, receberam, em reunião, no dia 29 de agosto, orientações sobre a participação no concurso de projetos intitulado “Contando Ciência nas Escolas” e sobre os métodos de restauração ecológica.

A ação educativa com alunos e professores do Ensino Fundamental é uma das atividades em comemoração aos 40 anos da Embrapa e o 2º ano do site “Contando Ciência na Web”. Cinco escolas rurais do Gama desenvolverão projetos de ciências com o tema da restauração ecológica. Dentre essas cinco escolas será selecionada a que apresentar o melhor projeto obedecendo aos seguintes critérios: inovação, sustentabilidade, criatividade, benefício gerado para o aprendizado do aluno e impacto na comunidade.

Como o concurso é de abrangência nacional serão selecionados os cinco melhores projetos (um por cada região do País). A premiação ocorrerá durante o evento Ciência para a Vida, em abril de 2014, na Embrapa Sede. As escolas receberão kits de publicações infanto-juvenis para o acervo de suas bibliotecas e kit aluno (100 por escola) contendo: mochila ecológica, estojo infantil, caderno, agenda escolar e mouse-pad. Os cinco professores e um aluno representante de cada escola vencedora receberão uma viagem a Brasília para participar do Ciência para a Vida.

Matas ripárias – Na reunião, a pesquisadora Fabiana Aquino abordou a biodiversidade do bioma Cerrado e, em seguida, a pesquisadora Lidiamar Albuquerque explicou aos professores a importância da restauração ecológica em trechos de matas ripárias e apresentou métodos de restauração ecológica.  A professora Carmen Regina Correia, da Universidade de Brasília, falou sobre o desenvolvimento de atividades de educação ambiental.

As matas ripárias são formações vegetais que estão sob a influência dos cursos d´água e compreendem as matas de galeria e as matas ciliares. A primeira forma galeria em rios de pequeno porte, enquanto a segunda deixa a água exposta a céu aberto em rios de médio e grande porte. Elas atuam na contenção dos processos erosivos ao longo do rio e servem de refúgio e fonte de alimento para a fauna terrestre e aquática.

As matas ripárias funcionam como filtros, retendo defensivos agrícolas, poluentes e sedimentos que seriam transportados para os cursos d'água, afetando diretamente a quantidade e a qualidade da água e consequentemente a fauna aquática e a população humana. A sua degradação via desmatamento, queimadas e a disposição inadequada de resíduos sólidos como garrafas, latas, papéis, além de poluírem as águas, servem de abrigo para vetores transmissores de doenças.

Alguns dos métodos para a restauração ecológica das matas ripárias estão descritos na cartilha “Cerrado: Restauração de Matas de Galeria e Ciliares”, lançada pela Embrapa Cerrados, em 2012. A cartilha faz parte de um kit composto ainda de um vídeo e um jogo educativo.

A cartilha está disponível em:

http://www.cpac.embrapa.br/publico/usuarios/uploads/Downloads/Cartilha%20embrapa%20mata%20riparia.pdf

O vídeo pode ser acessado em: http://www.youtube.com/watch?v=V2x4hsoKLT8&feature=youtu.be
 

Redação:
Liliane Castelões
Jornalista (16.613 MTb/RJ) - Núcleo de Comunicação Organizacional
Embrapa Cerrados



Fonte: http://www.cpac.embrapa.br


Agora responda à pergunta:



Onde pesquisar:



 Pesquisa Google



 

Nome:


Digite sua resposta no campo abaixo:








Postado por Embrapa Cerrados em 02/09/2013 10:39





COMENTÁRIOS:
Voltar para página anterior